Aos 90 anos, morre Sir Sean Connery, o primeiro James Bond

0

O dia 31 de outubro é mais um dia triste na história dos fãs de 007. Morreu Sir Thomas Sean Connery, aos 90 anos, o primeiro ator a interpretar James Bond no cinema, e basicamente, o responsável por transformar o personagem em ícone do cinema.

A informação foi divulgada pelo site da BBC, que confirmou a notícia com a família do ator. A causa da morte ainda não foi divulgada, mas o veículo afirmou que ele tinha problemas de saúde e estava nas Bahamas. Em 2006, ele fez uma cirurgia para retirar um tumor no rim.

Os produtores Michael G. Wilson e Barbara Broccoli afirmaram estar devastados com a morte do ator. “Ele foi e sempre será lembrado como o James Bond original, cuja entrada indelével na história do cinema começou quando ele anunciou aquelas palavras inesquecíveis – “Meu nome é Bond… James Bond”. Ele revolucionou o mundo com seu retrato corajoso e espirituoso do agente secreto sexy e carismático. Ele é, sem dúvida, o grande responsável pelo sucesso da série de filmes e seremos eternamente gratos a ele”, escreveram em comunicado oficial.

Como James Bond, ele participou de 007 Contra O Satânico Dr. No (1962), Moscou Contra 007 (1963), 007 Contra Goldfinger (1964), 007 Contra A Chantagem Atômica (1965), Com 007 Só Se Vive Duas Vezes (1967) e 007 – Os Diamantes São Eternos (1971), além de Nunca Mais Outra Vez (1983), esse, um filme não oficial da franquia.

Além de interpretar 007, Connery participou de outros clássicos do cinema como “Highlander”, “O Nome da Rosa”, “Os Intocáveis”, “Indiana Jones e a Última Cruzada” – para o qual foi convidado por Spielberg ser fã de James Bond e gostar também do ator, claro – e tantos outros filmes.

Sobre o Autor

Bruno Porciuncula

Jornalista e crítico de cinema. É fã de James Bond desde que assistiu "007 Contra o Foguete da Morte" (claro que alguns anos depois de lançado hehehe). Tem tatuado "Live and Let Die" em homenagem ao filme que considera o melhor - pau a pau com "Goldfinger"

Translate »