Sean Connery registra seu próprio nome para impedir que outros lucrem com sua marca

0

Aposentado há mais de uma década, Sean Connery registrou os direitos autorais sobre o seu nome, a fim de proteger sua marca e evitar que outras pessoas utilizem seu nome na venda de produtos não-autorizados. A notícia é do jornal escocês The National.

Sean Connery © Foto: Frazer Harrison / Getty Images

A medida foi tomada pelo próprio ator através de seus advogados, que protocolaram o pedido junto ao Escritório de Propriedade Intelectual da Europa. Na prática, se alguém quiser usar o nome “Sean Connery” para produtos e ou serviços, será necessário ter uma permissão legal além de pagar uma taxa para isso.

O documento garante que nenhum outro cidadão ou empresa poderá usar o nome para fins lucrativos. Os produtos que fazem parte do documento incluem DVDs, livros, jogos eletrônicos, vestuário, canecas, placas e bonecos. Além de coqueteleiras, abridores de garrafas, porta guardanapos e copos.

007 Contra Goldfinger © 1964 Danjaq LLC, United Artist Corporation. Todos os Direitos Reservados.

Ainda segundo a publicação, a prática da marca registrada em nomes artísticos está se popularizando entre os famosos. Connery seguiu o mesmo caminho de celebridades como David Beckham, Beyoncé e 50 Cent.

Sean Connery, que completou 87 anos em agosto, fez sua última aparição no cinema em 2003 no filme “A Liga Extraordinária”. Desde então, mantém-se discreto com raras aparições públicas. █

Sobre o Autor

Criador e editor do site James Bond Brasil, Marcos Kontze é jornalista e fã do personagem há 20 anos, desde o lançamento do game "GoldenEye 007" para Nintendo 64 em 1997. Para Marketto (como também é conhecido), o melhor filme da série é "007 - O Mundo Não É O Bastante", o primeiro que assistiu no cinema...sete vezes.