A-Ha relembra como foi a seleção para cantar o tema de “007 – Marcado para a Morte”

0

O guitarrista do A-Ha, Paul Waaktaar-Savoy, revelou ao site Express.co.uk como foi a escolha da banda para cantar a música-tema The Living Daylights, de 007 – Marcado para a Morte.

A banda Duran Duran havia cantado o tema de 007 – Na Mira dos Assassinos e os produtores queriam outra banda sucesso dos anos 80 para o filme, que seria a estreia de Timothy Dalton na pele do espião.

Com o sucesso do álbum de estreia, A-Ha entrou definitivamente na mira dos executivos. “Nós estávamos no meio da gravação do segundo álbum, quando ouvi que iria ter uma competição para a próxima música de Bond. Nós fomos convidados para enviar uma faixa e participar”, afirmou Paul Waaktaar-Savoy.

O guitarrista, que também compôs a música, disse que a inspiração veio quando ouviu o título do filme. “Parecia imediatamente sugerir uma melodia para mim, então o refrão veio super rápido”, revelou.

Eles fizeram a demo e mandaram para os produtores. “Ouvimos que o Albert “Cubby” Broccoli era fã da nossa música e conseguimos”, contou.

Mas o processo não foi fácil, pois a banda entrou em disputa com John Barry, o compositor de trilhas de 007 desde 007 Contra o Satânico Dr. No. “Estávamos ocupados gravando o nosso segundo álbum e tínhamos diferentes métodos de trabalho. Sentimos que havia uma nota errada nos arranjos de cordas, consertamos, mas ele não gostou disso”, afirmou Paul.

Apesar da discordância, Paul não ficou com nenhum ressentimento de John Barry, que faleceu em 2011. “Ele fez um ótimo trabalho. Nós apenas tivemos um acorde no meio que foi importante para nós, mas que foi mudado. Coisas assim acontecem”, falou.

Sobre o Autor

Bruno Porciuncula

Jornalista e crítico de cinema. É fã de James Bond desde que assistiu "007 Contra o Foguete da Morte" (claro que alguns anos depois de lançado hehehe). Tem tatuado "Live and Let Die" em homenagem ao filme que considera o melhor - pau a pau com "Goldfinger"