Autor da música-tema de “007 – Cassino Royale”, Chris Cornell morre aos 52 anos

0

A quinta-feira amanheceu cinzenta para o mundo da música. Chris Cornell, vocalista das bandas Soundgarden e Audioslave, morreu na noite desta quarta-feira aos 52 anos. De acordo com Brian Bumberry, representante do cantor, a morte foi “repentina e inesperada”. A família do cantor aguarda junto aos médicos para determinar a causa da morte.

jbbr_ChrisCornell

Frontman do Soundgarden, formada no início da década de 80 em Seattle, Cornell foi um dos grandes ícones do grunge ao lado de bandas como Nirvana, Alice in Chains e Pearl Jam. Em 2001, fez parceria com os integrantes do Rage Against the Machine e formou o Audioslave.

Nos últimos anos, o Brasil foi roteiro garantido nas turnês do cantor, que se apresentou por aqui em 2011 no festival SWU, em 2013 e 2014 no Lollapalooza e no final do ano passado no Rio de Janeiro.

jbbr_YKMN_SingleEm 2006, em parceria com David Arnold, compôs “You Know My Name”, música-tema do filme 007 – Cassino Royale. A música foi criada com o intuito de refletir a inexperiência de James Bond no filme, e introduzir o estilo sombrio e emocional de Daniel Craig como Bond.

O convite para compor a música de 007 – Cassino Royale surgiu através de Lia Vollack, presidente da Sony Music na época. Cornell estranhou a oferta pelo fato de ser americano, e chegou a pensar em se tratar de uma música secundária, ao invés do tema principal. O cantor declarou que gostava dos filmes de James Bond, em especial aqueles estrelados por Sean Connery, mas que “não era muito fã dos últimos filmes da série”. No entanto, a escolha por Daniel Craig o intrigou, fazendo-o aceitar o desafio.

Após assinar o contrato, Cornell foi até Praga na República Tcheca acompanhar as gravações do filme, e se disse impressionado com a carga emocional do filme, após assistir a uma versão sem-cortes do longa. Ainda em Praga, o músico conheceu o compositor David Arnold, que o sugeriu escrever uma música que “ecoasse na trilha do filme”.

jbbr_DavidArnold

O compositor David Arnold © Divulgação

Os músicos compuseram a canção separadamente. Cornell no seu apartamento em Paris e Arnold em Londres. Em entrevista da época, Chris Cornell declarou que enfrentou dificuldades no desenvolvimento da letra: “É difícil escrever uma letra para um personagem. Então, eu fiquei cerca de um mês sem pensar nisso, até eu formular uma idéia que pudesse me aproximar, de modo que fosse capaz de me identificar com o personagem do filme”.

O cantor também revelou que suas grandes influências foram Tom Jones, intérprete da música-tema de 007 Contra A Chantagem Atômica e Paul McCartney, autor do clássico “Live And Let Die”:

“Eu decidi que iria cantá-la da mesma maneira que Tom Jones fez em Thunderball. Queria que as pessoas ouvissem a minha voz”, disse. “Live And Let Die é uma música fantástica. Paul não teria feito se não fosse para aquele filme. Também quis escrever uma canção dentro do seu próprio universo, pois sabia que não teria essa oportunidade outra vez.”

jbbr_ChrisCornell2

David Arnold durante as gravações de “You Know My Name” © MGM / Columbia Pictures Inc.

Após uma versão demo ter sido aprovada pelos produtores, a versão oficial da música foi gravada no AIR Studios em Londres, em julho de 2006.

Na época, David Arnold declarou que queria que a música substituísse o clássico tema de James Bond, a fim de representar a imaturidade de Bond. Tanto que a melodia de “You Know My Name” está presente durante todo o filme, e o famoso tema de James Bond só aparece no final.

Embora seja a música-tema do filme, “You Know My Name” não está presente na trilha sonora de 007 – Cassino Royale, e só foi lançada em Carry On, segundo álbum da carreira solo de Cornell.

No Facebook oficial de James Bond, a produtora Barbara Broccoli lamentou a morte do cantor:

“Chris Cornell inaugurou a nova era de Bond com sua canção repleta de adrenalina ‘You Know My Name’ para 007 – Cassino Royale. Ele era um cavalheiro e um verdadeiro artista, e nós amamos cada momento de nossa colaboração com ele. Eu e Michael e toda a família Bond lamentamos essa trágica perda”.

Pelo Twitter, David Arnold, compositor da trilha sonora de 007 – Cassino Royale também se pronunciou:

“Meu amigo Chris Cornell morreu e eu estou incrivelmente triste. Só tenho lembranças boas dele. Um homem bondoso, atencioso e amoroso. Envio meu amor para sua família.”

Também através do Twitter, Jeffrey Wright (Felix Leiter) mostrou-se surpreso com a notícia:

Chris Cornell. Cara, o quê? Uau, uau. Cedo demais. Grande cantor. Um cara super bacana.

Caterina Murino, que interpretou a personagem Solange em 007 – Cassino Royale, usou sua conta no Instagram para prestar homenagem ao cantor:

“Minha vida e minha carreira mudaram em 2006…e Chris Cornell fez a trilha sonora desse meu novo caminho. Minhas orações para sua alma e sua família.”

Ao jornal inglês Daily Mirror, o ator Daniel Craig também expressou seus sentimentos sobre a morte de Chris Cornell:

“Essa é uma notícia muito triste. Meu pensamento está com a família dele”

Só no Reino Unido, o single vendeu 148 mil cópias em 2006. No ano seguinte, recebeu os prêmios Satellite Award e World Soundtrack Award, além de ter sido indicada ao Grammy

Compartilhe.

Sobre o Autor

Criador e editor do site James Bond Brasil, Marcos Kontze é jornalista e fã do personagem há 20 anos, desde o lançamento do game "GoldenEye 007" para Nintendo 64 em 1997. Para Marketto (como também é conhecido), o melhor filme da série é "007 - O Mundo Não É O Bastante", o primeiro que assistiu no cinema...sete vezes.