Companhia britânica estaria interessada em desenvolver novo game de 007

0

Em recente entrevista para o site MCV, o presidente da Curve Digital Entertainment, Dominic Wheatley, falou sobre a enorme importância das licenças de franquias do cinema para pequenos estúdios de games, e revelou o interesse da companhia em realizar um novo jogo de 007.

“Ficaríamos muito felizes com a licença para desenvolver um game de James Bond, faríamos um ótimo jogo em torno dela. Essas oportunidades podem estar sendo menosprezadas por companhias maiores.”

Além do interesse em desenvolver um novo game de 007, Wheatley também comentou sobre a falta de um jogo para acompanhar o lançamento de 007 Contra SPECTRE no ano passado, e disse que empresas como a Eletronic Arts e Activision focam apenas nas suas próprias franquias e deixam grandes oportunidades passarem em branco.

James Bond 007: Blood Stone © Bizzare Creations, Activision, MGM Interactive. Todos os Direitos Reservados.

James Bond 007: Blood Stone © Bizzare Creations, Activision, MGM Interactive. Todos os Direitos Reservados.

“As grandes companhias não estão interessadas em licenças de filmes atualmente. Há uma arrogância justificada nelas, pois elas possuem games como Assassin’s Creed e Call of Duty, suas próprias propriedades intelectuais. Com isso, porque haveriam de promover uma marca de terceiros? Este é um sinal do amadurecimento da indústria.”

Estabelecida em 2005, a Curve Digital Entertainment é uma desenvolvedora de games britânica, com títulos lançados para as mais variadas plataformas, desde PC, Mac, PS3, PS4, Xbox One, Nintendo Wii U e 3DS.

A declaração de Wheatley surge no hiato de três anos após a Activision decidir abandonar a franquia James Bond, depois do fracasso de 007 Legends lançado em 2012 pela empresa.

Na última década empresas como a EA e Activision desembolsaram milhões de dólares pelos direitos dos games de James Bond, embora os games do agente secreto nunca alavancaram em vendas.

A desenvolvedora possuía os direitos exclusivos para a produção de games de James Bond desde setembro de 2007 após a até então detentora da licença, Eletronic Arts, lançou o último game do agente secreto, From Russia With Love para PlayStation 2, Xbox e GameCube em 2005.

Em 2008, acompanhando o lançamento do filme 007 – Quantum Of Solace, a Activision lançou o game com o mesmo nome do filme com missões variando entre os dois primeiros filme estrelados por Daniel Craig.

007 Legends © Eurocom, Activision, MGM Interactive. Todos os Direitos Reservados.

007 Legends © Eurocom, Activision, MGM Interactive. Todos os Direitos Reservados.

Em 2010, a mesma Eurocom já havia produzido o remake do clássico GoldenEye 007 para o Nintendo Wii. E em 2011, lançou GoldenEye 007 – Reloaded para PlayStation 3 e Xbox 360.

Em 2010, mesmo agradando os fãs mais fervorosos do personagem com o game 007 – Blood Stone, a Activision também encerrou as atividades da desenvolvedora Bizarre Creations, após o game não superar as expectativas da companhia.

A empresa também cancelou uma possível sequência do game feita pela Raven Software. Na época, um vídeo do que seria o game foi disponibilizado na internet por um de seus designers.

O promissor 007 Legends, último game de Bond lançado pela Activision em 2012, acabou desapontando os fãs e gamers em geral, recebendo fortes críticas e com vendas nada satisfatórias. Com isso, a Eurocom, produtora do game, acabou fechando as portas e encerrando suas atividades na época.

Enquanto a EON e a MGM não pronunciam a respeito, resta aguardar e contar com trabalhos feitos por fãs. Recentemente, um designer decidiu recriar a fase “Facility” do clássico GoldenEye 007 para Nintendo 64 usando a engine Unreal Engine 4, aguçando a imaginação dos gamers e fãs de 007. █

Compartilhe.

Sobre o Autor

Criador e editor do site James Bond Brasil, Marcos Kontze é jornalista e fã do personagem há 20 anos, desde o lançamento do game "GoldenEye 007" para Nintendo 64 em 1997. Para Marketto (como também é conhecido), o melhor filme da série é "007 - O Mundo Não É O Bastante", o primeiro que assistiu no cinema...sete vezes.