Sexualidade do vilão de “007 – Operação Skyfall” gera controvérsias na mídia.

1

Após as exibições de 007 – Operação Skyfall para a imprensa internacional, a mídia sensacionalista descreveu a cena onde que acontece o primeiro encontro entre James Bond (Daniel Craig) e Raoul Silva (Javier Bardem) como sendo “carregada de erotismo”. O personagem de Bardem no filme aparentemente acaricia o torso do agente secreto, sugerindo uma possível bissexualidade do vilão da trama.

Em entrevista ao Movieline, Daniel Craig admitiu que a cena em questão é dúbia, descrevendo-a como “um grande flerte”. “Alguém sugeriu que Silva seria gay. Já eu acho que ele vai atrapalhar alguma coisa”. O ator ainda disse que adora a cena e que riu bastante quando assistiu, deixando claro que não tem preconceitos. “Adoro aquela cena, me fez rir bastante. Eu não vejo o mundo através de divisões sexuais”, completou.

“O que lhe faz pensar que esta é a minha primeira vez?”
Raoul Silva (007 – Operação Skyfall, 2012)

Para Bardem, a sexualidade de Silva “faz parte do jogo”. Segundo o ator, seu objetivo com o personagem era criar “situações desconfortáveis” para James Bond. “Dentro disso, você pode entender qualquer coisa que você quiser”, disse. “A cena era mais sobre colocar outra pessoa em uma situação muito desconfortável para ela, em que até James Bond não saberia como resolver”.

Assim como destaca o Movieline, a a cena em questão não se trata sobre sexualidade, e sim, sobre poder.

Em 007 – Operação Skyfall a lealdade de Bond à “M” é testada quando o seu passado volta a atormetá-la. Com o MI6 sofrendo um ataque, 007 precisa rastrear e destruir a ameaça não importando o quão pessoal será o custo disto.

Com direção do premiado Sam Mendes, vencedor do Oscar por “Beleza Americana”, roteiro escrito por Neal Purvis, Robert Wade e John Logan (“Gladiador”) e trilha sonora composta por Thomas Newman, 007 – Operação Skyfall tem lançamento oficial marcado para o próximo dia 26 de Outubro no Brasil. █

Sobre o Autor

Avatar

Criador e editor do site James Bond Brasil, Marcos Kontze é jornalista e fã do personagem há 22 anos, desde o lançamento do game "GoldenEye 007" para Nintendo 64 em 1997. Para Marketto (como também é conhecido), o melhor filme da série é "007 - O Mundo Não É O Bastante", o primeiro que assistiu no cinema...sete vezes.

Translate »