Com 007 Viva e Deixe Morrer



Título Original: Live And Let Die
Duração: 116 min
Ano de lançamento: 1973
Estúdio: Danjaq Productions / Eon
Distribuidora: MGM / United Artists
Direção: Guy Hamilton
Roteiro: Tom Mankiewicz, baseado em livro de Ian Fleming
Produção: Albert R. Broccoli e Harry Saltzman
Música: George Martin
Fotografia: Ted Moore
Direção de arte: Stephen Hendrickson
Figurino: Julie Harris
Edição: Bert Bates, Raymond Poulton e John Shirley


Roger Morre (James Bond)
Yaphet Kotto (Kananga / Mr. Big)
Jane Seymour (Solitaire)
Clifton James (Xerife Pepper)
Julius Harris (Tee Hee)
Geoffrey Holder (Baron Samedi)
David Hedison (Felix Leiter)
Gloria Hendry (Rosie Carver)
Bernard Lee (M)
Lois Maxwell (Miss Moneypenny)

O agente 007 do Serviço Secreto de Sua Majestade da Inglaterra é arrancado de sua cama, em plena madrugada londrina, para desvendar a morte de três colegas nos Estados Unidos. Os agentes britânicos investigavam Dr. Kananga, primeiro-ministro da mística ilha caribenha de San Monique, suspeito de manter relações nada diplomáticas com Mr. Big, chefe do narcotráfico no bairro nova-iorquino do Harlem.

Para essa missão, Bond irá contar com a ajuda do agente da CIA Felix Leiter e de Solitaire, cartomante e sacerdotisa particular do vilão que passa para o lado de 007 depois que ele a seduz (é claro). A ação tem inicio em Nova York, em seguida o agente voa para o Caribe, atrás de mais pistas, e também para Nova Orleans.

A cada escala, armadilhas que incluem crocodilos, cobras e tubarões. Além de enfrentar espécies da fauna americana e caribenha, o agente se atraca, entre outros, com o gigante Tee Hee, dono de uma garra de aço no lugar de uma das mãos. James Bond está preparado para tudo, desde perseguições em lanchas velozes até maus espíritos enviados pelo Barão Samedi, um mestre da arte vodu e aliado de Kananga.

Assim é a estréia de Roger Moore no papel de 007, recheada de rituais de magia negra e tendo como assunto principal o tráfico de drogas, que também faz sua estréia nos filmes da série, que até então tratavam basicamente de ameaças nucleares.

  • Com 007 Viva E Deixe Morrer é o 1º filme em que James Bond interpretado pelo ator Roger Moore. A troca de atores ocorreu porque Sean Connery, o intérprete anterior do personagem, recusou uma proposta de US$ 5,5 milhões, uma quantia astronômica na época, para atuar em mais um filme da série.
  • Após a desistência de Sean Connery, houve uma certa indefinição sobre quem seria o novo intérprete de James Bond. A United Artists queria que o novo James Bond fosse um ator americano e sugeriu os nomes de Burt Reynolds, Paul Newman e Robert Redford para o filme. Mas quem decidiu por contratar um ator britânico para o personagem, no caso Roger Moore, foi o produtor Albert R. Broccoli.
  • Roger Moore foi a opção original do autor Ian Fleming para interpretar James Bond nos cinemas, o que apenas não aconteceu porque Moore estava comprometido com a série para a TV “O Santo” quando os primeiros filmes da série começaram a ser produzidos.
  • Em todos os contratos de Roger Moore para interpretar o agente James Bond constava uma cláusula que garantia ao ator um suprimento ilimitado de cigarros da marca Monte Cristo.
  • Com 007 Viva E Deixe Morrer foi o primeiro filme da série James Bond desde Moscou Contra 007 (1963) em que o personagem “Q”, interpretado por Desmond Llewelyn, não aparece. Os pedidos dos fãs pelos personagem foram tantos que ele acabou por retornar no filme seguinte da série, 007 Contra o Homem Com A Pistola de Ouro (1974).
  • A música-tema do filme, “Live And Let Die”, é cantada pelo ex-Beatle Paul McCartney.
  • Com 007 Viva E Deixe Morrer é o 8º filme baseado no agente secreto James Bond.